terça-feira, 19 de maio de 2009

Greve de ônibus

Solidariedade humana. Ah! A solidariedade humana.
Convivemos em sociedade. Deveríamos, portanto, ser sociáveis.

No entanto, durante 1 hora em que eu estive na rua Santos Saraiva, em Capoeiras, ninguém parou pra me dar carona até o Centro. E passaram bastante carros. Nenhum deles com a capacidade máxima ocupada. A maioria com apenas 1 pessoa dentro, o próprio motorista. A maioria, e eu duvido que eu me engane nisso, estava indo para o Centro.
E SERÁ POSSÍVEL QUE NINGUÉM PODE PARAR E ME DAR UMA PORRA DE UMA CARONA???


Por isso que o povo continua cantando: "Foi em Diamantina, onde naisceu JK, que a Princesa Leopoldina arresolveu se casá..." (Sério Porto)

2 comentários:

Jorge Jr. disse...

No pior dos trocadilhos, desse o furo.

Futuro Operador do Direito disse...

Acredito que muitas pessoas são sociáveis nobre Artur, porém a criminalidade assustadora que assombra a Capital dos Catarinenses inviabilizou a sua carona, imagine se ao invés de vc fosse um bandido, nobre colega infelizmente quem vê cara não vê coração.