segunda-feira, 4 de fevereiro de 2008

Carnaval

Não gosto de carnaval, não entendo de carnaval, não faço muita questão, e não to nem aí para o que acontece no carnaval.
Saí, sim, na bateria, pra curtir ao lado de alguns dos meus amigos: Dôga, Zé Mário, Alisson, Bidu, Everton Luis, Danilo, Ângelo, e, principalmente, este ano, Catonho da Cuíca!

Só não entendo algumas coisas:

Como que uma bateria, que todos viram cair a cadência, recebe nota 10?
Como que um samba com frases nada a ver com o enredo recebe 10 de Samba enredo?
Como que uma escola desfila sem um carro alegórico, sem uma alegoria de comissão de frente, e recebe nota 10 em Alegorias e Adereços?
Como que a mídia soube do resultado da apuração antes do anúncio do locutor oficial?
Como que o presidente da escola soube do resultado da apuração, e pulava na cabine do locutor, antes da mídia e antes do locutor oficial?
Como que deixam um locutor oficial não saber locutar, errando cronograma, leitura de notas, brincando com a imprensa, fazendo de um assunto sério uma brincadeira, como se estivesse anunciando o prêmio da Casa Feliz?
Como que o censo comum, músicos, observadores, os que trabalham pela escola, os admiradores, é sempre totalmente diferente dos jurados?

Como que narradores do desfile erram o nome das escolas? São somente 4.
Porque os repórteres fazem sempre as mesmas perguntas pra quem esta na concentração, atrapalhando a evolução da escola e a transmissão da tv?
Porque não mostram o puxador e a bateria, num dos momentos mais emocionantes do desfile, o início?
Porque mostram tanto uns e outros da platéia, que nada tem a ver com o enredo da escola, e não mostram a escola?
Porque os narradores falam tanto durante o desfile? Porque não resumir as informações, sendo mais precisos?

Porque o desfile de Florianópolis inicia no mesmo horário do desfile do Rio e termina no mesmo horário do desfile do Rio, sendo que lá tem 6 escolas de samba (este ano), com mais de 4 mil integrantes cada e aqui são 4 escolas?
Que matemática é essa que contam cerca de 3 mil componentes nas escolas daqui? Vocês já viram o tamanho de cada ala? Já viram o tamanho das alas das escolas do Rio? E cada escola de samba de lá leva cerca de 4 mil componentes.
Ou a contagem daqui tá demais, ou a contagem de lá tá de menos.
E porque aqui o tempo das escolas é o mesmo tempo das escolas do Rio? Lá as escolas tem 80 minutos para passar tranquilas pela Sapucaí, que é mais ou menos o dobro do tamanho da Nego Quirido, e as escolas daqui ainda se apressam no final.

Porque ainda dizem que o Carnaval de Floripa é um dos melhores do país?
Só perde pro carnaval de Recife, Olinda, Salvador, Nordeste em geral, Escolas de Samba do Rio, Blocos do Rio, Escolas de Samba de São Paulo, carnaval de Laguna, Joaçaba, Porto Alegre...............

E a minha pergunta maior:
Como que o Tamborim de Ouro recebe notas 8 de bateria?

Enfim... acabou o carnaval. E o que isso acrescentou para o samba? Surgiu algum sambista novo? Surgiu algum samba que vai ficar pras nossas memórias o resto da vida?


E o povo canta: "E depois, quando a festa acabar, o que vai ser dessa vida? Vai voltar ao que era antes de passar pela avenida. Nem melhor, nem pior, porque não pode ser mais colorida. Que será desse reino de branco e azul, quando a voz das pastoras emudecer? Quando o som da batida do surdo parar, igual um coração para de bater?" (Carlinhos Vergueiro)

3 comentários:

Caio Fonseca disse...

O carnaval não acrescentou nada? E todas as pessoas que participam das escolas cultivando seu amor e dedicação ao samba, isso não vale nada? E aqueles que passam por cima de qualquer coisa pelo amor às escolas, por gostar de samba? Isso não conta nada?

"Surgiu algum sambista novo?" Será que não? Será que as escolas não servem para despertar a paixão pelo samba em muitas pessoas? Você pode responder que não mas os fatos mostram que sim!! Leio e gosto muito do teu blog mas acho que em alguns vc toma posição de "legítimo defensor do samba verdadeiro" e esquece que tem mta gente q faz muita coisa pelo samba, mesmo q de maneira diferente de vc e de seus amigos, mas fazem com o mesmo ideal: o samba!

Artur de Bem disse...

Fala, Caio!

Só ACHO que essas pessoas que participam das escolas cultivando seu amor e dedicação, fazem tudo isso pela escola, e não pelo samba.
Elas gostam das escolas.
Ex.: Vejo muito roqueiro dizer que não gosta de samba, mas gosta de Zeca Pagodinho.
É mais ou menos isso que eu percebo com as escolas de samba. Muita gente gosta de escola de samba, mas não curte o samba em si.

Gostaria muito de conversar contigo mais particularmente.
Meu e-mail é arturdebem@hotmail.com
Me manda um e-mail pra conversarmos melhor!

Asé!

Luize disse...

Eii um pedacinho dessa matéria, saiu na coluna da Dieve no Noticias do Dia de hoje(Quarta-Feira) *.*
Por isso que eu digo que tas famoooso!!! ;)

Beeijoss ;D
;@