terça-feira, 1 de janeiro de 2008

Etnismo!

Alguns militantes do movimento negro dizem que não existe raça negra. Raça é uma só: humana. O que existe são etnias diferentes: negra, branca, índia, etc...

Sendo assim, teremos que concordar com todos os brasileiros hipócritas quando dizem que não há racismo.
Há etnismo.
O preconceito é o mesmo, só a terminologia é que muda.

Meu Aurélio de 1973 não me ajuda muito a entender estes termos.
Racismo: 1. Doutrina que sustenta a superioridade de certas raças. 2. Qualidade, sentimento ou ato de indivíduo racista.
Raça: 1. Conjunto de indivíduos cujos caracteres somáticos, tais como a corda pele, a conformação do crânio e do rosto, o tipo de cabelo, etc., são semelhantes e se transmitem por hereditariedade, embora variem de indivíduo para indivíduo. 5. O conjunto dos indivíduos com origem étnica, linguística ou social comum: A América recebeu, pela imigração, europeus de diferentes r a ç a s.
Ter raça: 1. Ter ascendência africana. 2. Ser forte, lutador, bravo, brioso.
Etnia: Grupo biológico e culturalmente homogêneo.
Etnicismo: Ver gentilidade.
Gentilidade: A religião dos gentios; paganismo, gentilismo, etnicismo.

Vou esperar pra comprar um novo dicionário. Agora em 2008 a língua portuguesa se modificou um pouco (Pequena fonte para informações: http://www1.folha.uol.com.br/folha/educacao/ult305u321373.shtml) e quem sabe ajude mais.


E o povo canta: "Um sorriso negro, um abraço negro, traz felicidade..." (Adilson Barbado / Jair Carvalho / Jorge Portela)

Um comentário:

Anônimo disse...

O Etnismo difere do Racismo no sentido de não haver discriminação, e sim a não obrigatoriedade de aceitar-se culturas ou costumes com as quais não se tem afinidade. Algumas raças ou povos imigram e ao invéz de se adaptarem ao novo ambiente, tentarm impor sua cultura sem que a comunidade ou país que o recebeu NÂO necessariamente aprecie. O Etnismo na verdade, prega a INTEGRAÇÂO dos povos atravez da lingua e hábitos em comum. O resto é considerado folklore que cada comunidade tem o direito de querer manter sua cultura DENTRO de seu lares ou grupos , associações , etc