sexta-feira, 24 de agosto de 2007

Oninpresença

Fico profundamente chateado, puto dos córno mesmo, com falta de responsabilidade, horário e compromisso.

Outro dia estive na Assembléia Legislativa para passar uma tarde no Plenário e conhecer a rotina dos nossos deputados estaduais. Não há rotina. Estão sempre fazendo coisas diferentes. Imagino que todo dia seja como o dia em que visitei: deputados sem nenhum aroma de responsabilidade com a seção.

Quando chego na faculdade, vejo alunos com a mesma forma de agir. Coisa que eu não via nem na quinta série. Porque naquela época era necessário a autorização do professor para sair da sala. Como na faculdade não há esse controle, o aluno acha que deve sair da sala o tempo todo, inclusive na hora de ir embora: “Ai professor, é que eu tenho um compromisso...”. Compromisso é com a faculdade no período de 18:50 até às 22:30. Não deve ser agendado nada de segunda à sexta nesse horário. Mas vai da prioridade de cada um. Ou como diria nosso ex-colega: “Vai da consciência, né?”

Já vi aluno chegar atrasado junto com mais dois. Esses dois sentarem primeiro e, quando esse integrante se apoiou na cadeira para sentar, outro integrante o convidou para sair. Não foi o caso de sentar, se levantar e sair. Foi o caso de não sentar e já sair de sala. Mas que diabos um infeliz desses veio fazer na faculdade? Conversar? Se quer conversar, liga pro 145!

Mas não dá de reclamar muito. Na Assembléia é exatamente a mesma coisa. Deputados que não comparecem, comparecem pela metade, comparecem no celular...

O deputado tem um compromisso toda terça e quarta feira das 14:00 até 18:00 e quintas das 09:00 até às 13:00. Durante esse horário, entrega a porra do celular pra um assessor e permaneça no Plenário até que se encerre a seção. É um compromisso.

Um comentário:

Antonio Jr. disse...

Oninpresença foi boa! hauehauheauha
Pô, massa tu ter ido ao Plenário, eu não tinha a mínima noção de que eles tinham compromissos diários. Nunca parei pra pensar, por puro descaso, confesso. Mas quanto aos alunos em salas de aula, eu venho sofrendo muito isso no cursinho pré-vestibular que eu curso. Já tive brigas porque nessas idas e vindas dos belos e formosos, eles atrapalham a aula toda. É uma merda.