terça-feira, 29 de maio de 2007

Aparthaid

Canso, e me enjôo, de ver pessoas formando grupos denominados ‘minorias’ para se fortalecer, mostrar que existem, ou seja lá qual for o motivo. O próprio grupo está carimbando o atestado de minoria. Além de estar se excluindo. Associação de Mulheres Trabalhadoras, Associação de Deficientes físicos, Associação dos Ceguinhos do Brejarú, etc.

Tanto se fala em acabar com o preconceito, acabar com a divisão, mas mais e mais grupos são formados. Não entendo a razão.

Vivemos em um mundo de orkut, cheio de comunidades. É a vida imitando o virtual? Ou será que o virtual imitou a vida, e agora a vida quer imitar o virtual? Porque o virtual tem mais glamour! É melhor eu participar de uma comunidade virtual de leitores de livros do Papa do que criar um grupo de estudos dele. O virtual desvirtua o real.

A única separação desse tipo da qual me deram um argumento válido é a Cota para Negros na Faculdade. Motivo: temporário. Cerca de 20, 30 anos. É aberta a cota para que o negro saia formado e crie chances para que as crianças negras entrem mais, e melhor, na escola e tenham mais chance, em cerca de 20 anos, de chegar à uma faculdade, ai sim, sem precisar de cotas. O período das cotas valeria até que haja um equilíbrio racial nas faculdades. Uma espécie de alavanca.

No mais, qual é a função de um grupo de mulheres, deficientes, negros? Lutar por suas causas? Justo. Mas pra isso, será mesmo necessário criar uma associação?

Deve ser porque é o caminho mais fácil. Entre mudar o pensamento para que ninguém mais olhe um diferente como diferente – Oras! Diferentes todos somos! Ainda bem! – e formar uma associação, é muito mais fácil formar uma associação.

Me permito discordar de Tom Jobim quando disse: “Se todos fossem iguais a você, que maravilha viver.” Que horrível seria todos iguais. Não teria graça nenhuma. A não ser que sejam iguais a mim. E não chiem. Se vocês fossem iguais a mim, iriam concordar. A opinião é minha, e seria nossa.

Vou criar uma associação. AAQA (Associação dos Associados em Qualquer Associação). Será a maior Associação do mundo! E eu, sendo o presidente, posso comandar o planeta!

4 comentários:

JaNa disse...

Artuuuur!! Nossa, nem sabia da existência desse blog, mas confesso q fiquei surpresa em ler um texto tão criativo e tão bem escrito! Esse teu curso tá mesmo dando resultado! Hehe..

Bjooosss

Amanda disse...

é isso aí... cérebro hehe

Lima disse...

Aparthaid?!

Artur,

Tinha escrito um texto enorme, para ''confrontar'' o seu, mais achei que não é o mais certo, não aqui, então me veio uma frase que resume bem o que contem no texto:

''Para você realmente entender sobre um problema, faça parte dele.''

Assunto longo e, ótimo de ser debatido, marquemos um encontro no Botekinho, e conversaremos mais sobre isso.

Saudades...

Abraço.

Flavia disse...

oi Artur!tudo bem?
como disse o "lima": ''Para você realmente entender sobre um problema, faça parte dele.'' é mtu fácil falar mal da associação dos cegos se vc não é um. E outra, as associações no minimo criam projetos, discutem providências. Quando vc se sentiu "injustiçado" pelo aumento das passagens vc nao se reuniu e foi lá abdicar isso?Imagine pessoas que vivem se sentindo assim, à margem da sociedade, ou sofrendo proconceito...